25 de dezembro de 2012

"O dever cumprido faz a gente não ter remorso"


"O dever cumprido faz a gente não ter remorso", frase dita por D. Canô a Mabel Velloso.


Claudionor Viana Teles Velloso, a grande matriarca da família Velloso, carinhosamente chamada por todos por D. Canô, escreveu sua história contando alegrias, vitalidade, fé a esperança. De uma lucidez tamanha, sempre se posicionou diante de tudo que acontecia na família, na cidade de Santo Amaro e sobre os grandes acontecimentos. Sabedoria essa que a permitia dizer o que pensava – em sua fala mansa e carinhosa – nos alertava sobre o que é importante na vida.

Quando ela passava nas ruas, todo mundo já sabia: Dona Canô está indo fazer o bem. Segundo ela, estava aí a razão de sua longevidade: “Recebo e dou muito amor, tenho prazer de viver e paciência, sei que tudo tem seu tempo”.

Amor, festa e devoção foi sua trajetória. Lição tão bem cantada por Maria Bethânia. D. Canô nos amparou em seus braços, qual Nossa Senhora, que acolhe sem distinção todos que a procuram. Hoje elas estão juntas nos ajudando a refletir sobre o bem-viver.


Bethânia canta a música Curare (Alberto de Castro Simões da Silva) em comemoração aos 105 anos de D. Canô em Santo Amaro da Purificação - Bahia, 2012.

video