26 de junho de 2012

Viver com Fé - GNT


video

Na quarta-feira passada (20/06/2012), Cissa Guimarães recebeu Maria Bethânia no programa “Viver com Fé”, no GNT. Na conversa super descontraída, Bethânia assumiu seu apego e devoção com Nossa Senhora: “Tudo meu é com ela porque não tenho muita coragem de falar com Deus”, revela. Maria Bethânia ainda contou qual é sua oração preferida. “Vem um pensamento, uma preocupação, uma alegria ou um desejo, e eu, imediatamente, completo com Ave Maria”, explica. Dona Canô também foi lembrada durante o bate-papo de Cissa e Bethânia. “Ninguém pode viver sem amor, sem festa e sem devoção”, citou a frase tão usada pela mãe. As informações são do site oficial do programa. 

22 de junho de 2012

Segunda é Dia de Biscoito



Arrendado em abril de 2011, pelos produtores culturais Frederico Reder e Juliana Reder, da Brainstorming Entretenimento, após mais de dez anos sem atividades, o Teatro Tereza Rachel teve sua reforma iniciada no mesmo ano e intensificada em janeiro de 2012. Seu projeto arquitetônico foi idealizado por José Dias, o maior especialista em revitalização de teatros do Brasil. E tem a NET como patrocinadora oficial.

Nos primeiros dias de março de 2012 o Teatro foi reaberto e divulgado oficialmente na mídia e nas redes sociais, seu novo nome e slogan, Theatro NET Rio – Para o Rio, o Terezão é agora.

Quarenta anos depois de sua primeira inauguração, o Teatro reabriu suas cortinas no dia 4 de abril de 2012, com convidados da classe artística e empresarial, com o espetáculo "Bibi", no qual Bibi Ferreira comemorou seus 90 anos de vida e 70 anos de carreira. E no dia 7 de abril, para o grande público.
Com duas salas, sendo a maior com capacidade para mais de 700 lugares e batizada de "Sala Tereza Rachel", e uma menor, com 200 lugares. O Theatro NET Rio tem como objetivo ser o palco de todas as artes.

Dentre os eventos do Teatro, em parceria com a Biscoito Fino, as segundas feiras serão dedicadas ao projeto "Segunda é Dia de Biscoito" com apresentações musicais. Na segunda, dia 02 de julho, Maria Bethânia apresentará as Leituras "Bethânia e as Palavras".


15 de junho de 2012

3º Salão da Leitura de Niterói


No período de 22 a 30 de junho de 2012, no Caminho Niemeyer, acontecerá o 3º Salão da Leitura de Niterói. O Salão tem como foco a democratização da leitura e para isso promoverá oito dias de atividades diversificadas em torno do tema.

Maria Bethânia apresentará no dia 26 de junho, a Leitura "Bethânia e as Palavras" que será aberto ao público. 

Dentre as atividades programadas estão apresentações musicais, debates sobre os rumos da leitura e escrita, contação de histórias, tarde de autógrafos, lançamentos de livros e apresentação artística no Teatro Popular.

11 de junho de 2012

Humanidade 2012

Maria Bethânia fará uma apresentação única no dia 12 de junho, terça-feira, às 19h30, no auditório do Humanidade 2012. O evento, que acontece entre 12 e 22 de junho, paralelo à Rio+20, no Forte de Copacabana, recebe a cantora para o espetáculo “Bethânia e as Palavras”, que une música e poesia. O repertório conta com grandes sucessos entre eles “Amor de Índio”, “Romaria” e “Cirandeira”, além da leitura de clássicos da literatura.

Na quarta-feira, dia 13 de junho, é a vez de Caetano Veloso se apresentar no Humanidade 2012. O show também terá início às 19h30.

Para cada show, serão distribuídos 400 ingressos para o público. A distribuição acontecerá no dia de cada apresentação, a partir das 18h00, em ponto na entrada do Forte de Copacabana. Cada pessoa poderá retirar um ingresso – pessoal e intransferível.

Humanidade 2012 é uma iniciativa da FIESP, Sistema FIRJAN, Fundação Roberto Marinho, SESI-Rio, SESI-SP, SENAI-Rio, SENAI-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio e do SEBRAE, concebida para realçar o importante papel que o Brasil exerce hoje como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável.
Em um espaço inovador, de portas abertas, toda a sociedade está convidada a refletir e aprofundar a compreensão acerca de um modelo possível de desenvolvimento que considere os impactos passados, presentes e futuros, para garantir melhores condições de vida em todo o planeta com crescimento econômico, inclusão social e respeito ao meio ambiente. Humanidade 2012 é também um foro democrático que vai oferecer, além de encontros, seminários e oficinas, uma grande exposição aberta ao público para mostrar, de maneira lúdica, interativa e participativa, como esses conceitos têm se traduzido em iniciativas e ações importantes no nosso País.
A estrutura construída no Forte de Copacabana, um dos cartões postais da cidade do Rio de Janeiro, também servirá com ponto de encontro, de visitação e de convivência durante a Rio+20, sendo uma contribuição dos realizadores à conferência promovida pela ONU.
Com uma arquitetura nova e impactante, ela leva a assinatura da cenógrafa Bia Lessa e foi idealizada a partir do conceito de que ser sustentável é ser simples: todos os materiais utilizados, dos andaimes aos tapumes passando por móveis e até o lixo gerado, serão reaproveitados ao final do evento.

10 de junho de 2012

Curta Metragem "Por Acaso Gullar"


video

"Documentário que conta a história da vida e obra do poeta e artista José Ribamar Ferreira, o Ferreira Gullar.
Nascido em São Luís do Maranhão, em 1930, Ferreira Gullar conta que primeiro quis ser pintor, e até mostra, no documentário, algumas de suas obras.
Numa de suas falas mais curiosas, Ferreira Gullar conta que seus quadros eram compostos por colagens, e que, num determinado dia, deixou separados alguns recortes e foi distraído pelo telefone. Ao voltar à mesa de trabalho, o seu gato de estimação tinha feito uma bagunça com os papéis e, sem querer, formado uma composição “interessante” que virou um dos quadros de Ferreira Gullar.
E de tanto estudar sobre arte, Ferreira Gullar tornou-se crítico de arte. No entanto, sua obra é bastante forte na literatura, em poesias que, ao longo do documentário, são declamadas por Maria Bethânia.
Os poemas de Ferreira Gullar seguem a mesma linha de suas pinturas, a plenitude, isto é, só importa o momento presente, nada mais, como nas colagens, só importam as cores.
Este é um filme para entender melhor um dos maiores poetas de todos os tempos de nosso país."

Ficha do filme
Gênero: Documentário
Diretores: Maria Rezende, Rodrigo Bittencourt
Ano: 2006
Duração: 10 min
País: Brasil
Produção: Rodrigo Bittencourt Fotografia: Pedro Cezar Roteiro: Rodrigo Bittencourt, Maria Rezende Edição de som: Mariana Barsted Montagem: Maria Rezende